Entre julho e novembro de 2017, os técnicos do Grupo de Engenharia do Terreno (GIT) da Universidade de Oviedo instalaram no município de La Union (Múrcia, Espanha) uma conjunto de dispositivos que vão ajudar à análise e controlo de fenómenos de instabilidade em duas bacias de lamas, e sua possível relação com a sismologia e climatologia da zona. Especificamente, o que foi instalado é o seguinte:

  • 3 extensómetros de fios e 4 sensores de contato, para medir a possível abertura de fissuras e queda de consolas nas vertentes monitoradas.
  • 2 inclinómetros biaxiais, para registrar possíveis derrapagens rotacionais.
  • 2 piezómetros e 18 sensores de humidade, para analisar a infiltração de água da chuva no solo.
  • 1 estação meteorológica
  • 1 estação sísmica

Alguns destes equipamentos estão ligados a estações que permitem consultar e descarregar os dados remotamente, sem necessidade de deslocação à área de estudo. No entanto, noutros casos, isso não é possível devido à ausência de rede móvel na área da sua localização.

Sendo assim, em setembro de 2018, os técnicos do GIT, juntamente com funcionários da Intet, S.L., deslocaram-se a La Unión para a reparação de avarias e para descarregar os dados nas instalações supramencionadas.